Chamada

MAIO/2017 – Estimativa de rentabilidades dos Planos de Benefícios

| Chamada, Destaque, Notícias, Publicações

top-view-of-businessmen-analyzing-bar-charts-and-a-laptop_1098-344

 

PLANO DE BENEFÍCIOS Intervalo Aproximado Estimado 12 MESES  24 MESES
Benefícios I de 0,40% à 0,50%      9,21%    26,72%
Multifuturo I de 0,45% à 0,55%      9,97%    27,64%
Multifuturo II de 0,45% à 0,55%    10,44%    27,96%

A rentabilidade do mês foi influenciada principalmente: (i) positivamente, pelas aplicações em Fundo de Investimento Multimercado – Crédito Privado com benchmark referenciado na taxa de juros CDI e, (ii) negativamente, pelos títulos públicos, impactados pela abertura da curva de juros e pela deflação (IGPM com -0,93% e IPCA com +0,14%). No mês os preços dos ativos foram influenciados por eventos de impacto político, que aumentaram o grau de incertezas em torno das reformas, principalmente a previdenciária.

Destaque-se que a rentabilidade acumulada em 12 meses e também em 24 meses superam a meta atuarial, que registrou variação de 9,19% e 25,92%, respectivamente.

As diferentes rentabilidades entre os planos advém da composição dos investimentos em carteira que cada Plano de Benefícios possui. A partir do dia 20 de junho, já estará disponível para consulta a lâmina dos investimentos do seu plano de benefícios em www.fusesc.com.br, menu investimentos/rentabilidade e obtenha as informações de alocação por classe de ativos, rentabilidade acumulada e análise comparativa, cuja publicação ocorre mensalmente.

COMENTÁRIOS SOBRE O COMPORTAMENTO DO MERCADO FINANCEIRO:

Taxa de juros no Brasil – Selic: O Comitê de Política Monetária do Banco Central do Brasil – COPOM, reunido em 31/05/2017, decidiu reduzir a taxa de juros básicos da Economia – Taxa Selic, em 1%, baixando de 11,25% para 10,25%. A expectativa do mercado é por novas quedas nos próximos encontros do COPOM, que acontece a cada 45 dias, conforme revela a pesquisa “Focus” realizada pelo Banco Central junto ao mercado financeiro durante a semana de 29/05 a 02/06/2017 e divulgada ao público em geral no dia 05/06/2017.

Estimativa de inflação no Brasil para 2017: De acordo com a mesma pesquisa “Focus” a expectativa, do mercado financeiro, para a inflação oficial do Governo, medida pelo IPCA, para 2017 é de 3,90%, inferior ao índice da pesquisa de quatro semana atrás que era de 4,01%.

Estimativa para o PIB no Brasil em 2017:Para o Produto Interno Bruto Brasileiro (PIB), a expectativa do mercado, segundo a mesma pesquisa “Focus” é de crescimento de 0,50%, um pouco melhor do número da pesquisa de quatro semanas atrás que era de 0,47%.

Indicadores Financeiros no Brasil no mês: O mês teve 22 dias úteis e com isso a taxa de juros Selic registrou variação 0,93%. O IMA-B, índice de referência para as aplicações em títulos públicos lastreados em Notas do Tesouro Nacional, “série b” – NTN-b – registrou variação negativa de -1,19. O IRF-m, índice de referência para as aplicações em títulos públicos pré-fixados lastreados em Letras do Tesouro Nacional (LTN) e em Notas do Tesouro Nacional, “série f” (NTN-f) teve variação positiva de 0,30%. O Ibovespa fechou em queda de -4,12% e o real se desvalorizou 1,42% frente ao dólar.

 

 

top-view-of-businessmen-analyzing-bar-charts-and-a-laptop_1098-344

MAIO/2017 – Estimativa de rentabilidades dos Planos de Benefícios

  PLANO DE BENEFÍCIOS Intervalo Aproximado Estimado 12 MESES  24 MESES Benefícios I de 0,40% à 0,50%      9,21%    26,72% Multifuturo I de 0,45% à 0,55%      9,97%    27,64% Multifuturo II de 0,45% à 0,55%    10,44%    27,96% A rentabilidade do mês foi influenciada principalmente: (i)...

+ LEIA MAIS