Notícias

Veja como economizar na viagem de última hora em janeiro

| Notícias, Publicações

economize-para-viajar-mais-parte-1-hotel-praia-centro

O mês de janeiro costuma ser bem badalado nos pontos turísticos do País. Além de ser verão, este é o mês em que as pessoas conseguem tirar alguns dias de recesso – principalmente aqueles que têm filhos pequenos e fazem o possível para conciliar esse período com as férias escolares das crianças. Os preços nessa época respondem a essa alta demanda.

Para quem decidiu viajar de última hora, vale reforçar algumas dicas de planejamento para que o passeio não acabe virando um pesadelo financeiro. É preciso levar em consideração que o início do ano é marcado por despesas altas, como pagamento de IPVA e IPTU.

A primeira dica é caprichar na pesquisa do destino que será escolhido. Se a intenção é preservar o bolso, o melhor é optar pelos lugares menos conhecidos, ainda pouco explorados e, se possível, não tão distantes da sua cidade de origem. Por não receberem ainda um volume expressivo de turistas, é possível que os preços não estejam tão inflacionados nesse período.

As passagens aéreas, com toda certeza, são um dos pontos que mais pesam nos custos totais de uma viagem. Se você não comprou a sua com antecedência, a dica é ficar alerta nos fins de semana e madrugadas, períodos mais propícios para encontrar promoções. Nem sempre é possível dar a sorte de encontrar passagens promocionais coincidindo com as datas que você tem disponibilidade para viajar. Se não conseguir encontrá-las, uma alternativa é usar milhas para tentar valores melhores.

Se o destino escolhido for próximo, o melhor é colocar na ponta do lápis se vale a pena fazer a viagem de ônibus ou de carro. Se a opção for o carro, inclua nessa conta os gastos com pedágios e com a revisão – que pode sair bem cara, dependendo das condições do seu veículo.

Para quem vai viajar de avião, também é válido procurar reduzir a bagagem o máximo possível. Se você conseguir concentrar tudo que vai precisar na bagagem de mão, não será preciso pagar um valor extra para despachar malas. Considerando viajar para um lugar quente, é mais fácil montar uma mala pequena, com roupas leves, e levar o que for preciso como bagagem de mão.

Ao pensar em hospedagem, também é mais indicado dar preferência ao que for mais prático e barato. Nesse contexto, esqueça os hotéis luxuosos e foque no passeio. Hostels costumam ser boas opções porque, além de serem mais baratos, são ambientes em que você tem mais possibilidades de conhecer turistas e fazer passeios em turma.

Na hora de pensar na alimentação, também é melhor fugir dos restaurantes e bares mais procurados. É claro que é válido experimentar a culinária local, mas equilibre esses gastos com algumas compras de supermercado. Preparar algumas refeições no local onde está hospedado pode te ajudar a economizar um bom dinheiro.

Por fim, estabeleça um teto diário para os seus gastos. Antes de viajar, faça as contas do quanto você pode gastar ao todo e divida esse valor pela quantidade de dias que pretende ficar fora. Isso ajuda a nortear suas despesas sem perder o controle. Caso você gaste um pouco a mais em um dia, pode se precaver e economizar mais no dia seguinte.

Fonte: G1

OAVBP501

Recadastramento Obrigatório – Atenção ao Cronograma

  Conforme divulgado em nossos meios de comunicação, o Recadastramento Obrigatório será feito por etapas, até março de 2018. Por esta razão, a carta explicativa e os formulários serão enviados pelo Correio aos grupos de acordo com a data início de cada etapa. Solicitamos que aguardem o recebimento da...

+ LEIA MAIS