Notícias

Milhas: como aproveitar bem os programas de fidelidade das empresas aéreas

| Notícias, Publicações

Woman booking ticket online

Quase todas as companhias aéreas oferecem programas de fidelidade para seus clientes, mas nem todo mundo sabe como usá-los. O processo de acumular milhas e, depois, trocá-las por passagens aéreas, upgrades e outros benefícios pode, às vezes, parecer um pouco confuso, mas gera vantagens bem interessantes. Abaixo, veja maneiras de tirar o máximo de proveito de programas de milhagem disponíveis no mercado.

Não são apenas voos que geram milhas – “Atualmente, em programas de fidelidade, o cliente consegue acumular milhas com a aquisição de uma enorme variedade de produtos e serviços. Viagens aéreas são apenas um deles”, diz Loraine Ricino, diretora de marketing da Smiles, vinculado à companhia aérea Gol. A pessoa obtém milhas, por exemplo, ao usar o site da Smiles para reservar hotéis, alugar carros e contratar seguros de viagem. Compras de entradas para espetáculos artísticos, de combustível da Shell e até utilização do Uber também geram este benefício com a Smiles.

E milhas não adquirem apenas vôos – Outra maneira para acumular milhas é se inscrever na rede Multiplus, da qual fazem parte a companhia aérea Latam e seu programa de milhagem, o Latam Fidelidade. “As milhas acumuladas no Multiplus podem ser trocadas por pacotes de viagens, diárias em hotel, aluguel de carros, produtos eletrônicos e outras milhares de opções de produtos e serviços, além de passagens domésticas e internacionais de toda a malha aérea da Latam e de companhias aéreas parceiras”, explica Lucas Diogo Coutinho Correia, gerente do Latam Fidelidade.

Já no programa Tudo Azul, da empresa aérea Azul, milhas acumuladas podem ser empregadas na aquisição de produtos das Casas Bahia, Ponto Frio e Extra.com. Com a Smiles, as milhas pagam taxas de embarque, contratam seguro de viagem e pagam taxas de bagagens despachadas no aeroporto. Em muitos casos, se não forem suficientes para adquirir uma passagem aérea inteira, as milhas também podem ser utilizadas na aquisição parcial do bilhete: o viajante paga em dinheiro a parte que faltar.

Planeje-se – Planejar sua viagem com boa antecedência pode fazer com que suas milhas rendam mais. No programa da Smiles, por exemplo, os clientes conseguem verificar o preço e a quantidade de milhas necessárias para adquirir uma passagem aérea até 330 dias antes da data da viagem e, ao fazer esta pesquisa com antecipação, as chances de encontrar preços mais baixos são maiores.

Disponha-se, também, a receber e-mails, informes através de aplicativos e outros tipos de mensagem direta do seu programa de fidelidade. Por estes canais de comunicação, você ficará sabendo sobre promoções de passagens aéreas, chances de ganhar mais milhas com suas compras, prazos de expiração de milhas e oportunidades interessantes para trocar suas milhas por diversos produtos e serviços.

Verifique as vantagens extras – Ao avaliar os programas de fidelidade disponíveis no mercado, verifique quais vantagens adicionais eles oferecem aos clientes: o programa da Smiles, por exemplo, permite que até seis pessoas criem uma conta conjunta de acúmulo de milhas, fazendo com que a obtenção de milhas para a aquisição de viagens aéreas e outros serviços e produtos seja mais rápida.

Muitos programas também convertem pontos gerados por compras no cartão de crédito em milhas: é o caso da rede Multiplus, da qual faz parte a companhia aérea Latam. Veja se o emissor do seu cartão de crédito gera este tipo de pontos e comece a usá-los, é uma outra maneira de acumular milhas. É também preciso ficar muito atento a um detalhe: as milhas expiram. Verifique qual é o prazo de validade das milhas do seu programa de fidelidade: escolha um programa cuja expiração não ocorra em menos de dois anos, prazo mínimo oferecido por grande parte do mercado.

Quantas milhas são necessárias para adquirir uma passagem? -  A quantidade de milhas necessárias para adquirir passagens aéreas varia muito: depende de fatores como o destino da viagem, da época em que a passagem é pesquisada, de eventuais promoções e muitas outras variantes. Mas, em alguns casos, é possível fazer uma estimativa. “As passagens têm preço flexível e variam conforme a demanda e o período escolhido”, diz Loraine Ricino. Na Smiles, por exemplo, uma ponte aérea entre São Paulo e Rio de Janeiro pode ser adquirida a partir de 2.900 milhas na promoção.

Fique sempre atento às mensagens enviadas pelo seu programa de fidelidade. Mas quantas milhas geram cada compra feita por um membro de um programa de fidelidade? Isso também varia muito. No programa Tudo Azul, o cliente pode ganhar cinco milhas por cada R$ 1 gasto em passagens da companhia Azul. Isso aumenta, porém, se a pessoa fizer parte de grupos especiais que existem dentro dos programas de milhagem. Na Smiles, por exemplo, existe o chamado Clube 1.000 – para fazer parte dele, o cliente paga uma mensalidade de R$ 42 e, em troca, ganha 1.000 milhas todo mês.

Fique atento a custos não incluídos – Ao trocar milhas acumuladas por uma passagem aérea, saiba que, nem sempre, todos os gastos envolvidos em um voo estarão incluídos nesta transação. Geralmente, o viajante terá que pagar, à parte, despesas como a taxa de embarque aeroportuária e a taxa de bagagem despachada. Em alguns programas de fidelidade, porém, estes custos também podem ser quitados com milhas adicionais.

Seja fiel ao seu programa de fidelidade – Há muitos programas de acúmulo de milhas disponíveis no mercado. Seja fiel a apenas um deles: “Para obter benefícios mais rapidamente, a melhor forma é concentrar os seus gastos e transferência de pontos em um programa só”, aconselha Loraine Ricino. Pessoas que se dividem entre dois ou mais programas de fidelidade têm, logicamente, mais dificuldade em juntar as milhas necessárias para conseguir passagens aéreas e outras vantagens. Normalmente, não é possível transferir milhas entre dois programas de fidelidade concorrentes.

E isso não quer dizer que você tenha que começar a viajar com apenas uma companhia aérea. Com a Smiles, por exemplo, é possível acumular milhas para voar com 18 empresas aéreas, para mais de 900 destinos ao redor do mundo. A quantidade de milhas necessárias para adquirir uma passagem varia de acordo com o voo.

Vale a pena se esforçar para acumular milhas? – O brasileiro Vinícius Demori se define como um “fanático por milhas”. Ele já realizou diversas viagens internacionais com milhas e tem até um canal do YouTube em que fala sobre como tirar proveito de programas de milhagem.

Vinícius diz que, atualmente, vale muito a pena se inscrever em programas de fidelidade.

“Uma das principais vantagens é que, hoje, é possível acumular milhas com coisas que já adquirimos normalmente em nosso dia a dia. Dá para acumular pegando Uber, com compras de eletrodomésticos, com compra de livros e com reserva de hotéis. Então, não tem por que não fazer parte de um programa de milhagem”, avalia ele.

Como se inscrever nos programas de fidelidade – É extremamente simples (e gratuito) se inscrever nos principais programas de milhagem que existem no Brasil. É só entrar no site das empresas, preencher um cadastro e começar a acumular milhas.

 

Fonte: UOL Viagem

candidate-01

PROCESSO ELEITORAL 2018 – RESULTADO

A Comissão Eleitoral encerrou o processo de votação e realizou a apuração dos votos do Processo Eleitoral 2018. A apuração aconteceu logo após o fechamento dos sistemas de votação, às 15 horas do dia 28 de setembro de 2018. Os votos foram apurados no auditório da Fundação. O sistema...

+ LEIA MAIS